Produção de Conteúdo

AG Pratique Comunicação
11.94520 4634

"A Arte de Encantar"; a Contação de Histórias como atividade de formação

Classificação Indicativa: 16 anos.

Divulgação

Apresentação


“A Arte de Encantar”, oficina cultural realizada pelo ator e teatrólogo Roberto Isler, do Polo (Polo Artístico-Cultural), tem por intuito apresentar aos participantes toda base teórica da formação inicial aos contadores de histórias, bem como o desenvolvimento prático da atividade a partir de técnicas especializadas.

Essa oficina cultural possui apenas oito encontros presenciais (com 2h de duração), além de seis atividades extracurriculares, o que totaliza 22 horas de formação inicial aos contadores de histórias. Todos os participantes que completarem até 80% do curso irão receber o certificado de participação emitido pelo Polo.

A atividade também vai propor aos participantes uma discussão acerca dos diversos recursos atualmente disponíveis aos contadores de histórias, como imagens, instrumentos musicais, sons e demais materiais alternativos. Afinal, como descreve Roberto Isler, “antes der tudo o contador deve ser muito habilidoso”.

Contação de Histórias | Definição Básica.

A contação de histórias é uma das práticas mais remotas que se tem registro da humanidade. O ser humano conta histórias desde o início do desenvolvimento das habilidades de comunicação e da fala. Elas promoviam – e promovem –, momentos de união, confraternização e principalmente trocas de experiências.

As histórias despertam a imaginação, as emoções, o interesse, as expectativas… ouvir uma história e/ou contá-la e recontá-la é uma maneira de preservar as culturas, os valores e compartilhar o conhecimento.

O primeiro contato da criança com o texto, geralmente, é por meio das histórias apresentadas, oralmente, por pais e familiares. Elas podem ser contadas em diversas ocasiões, como ao acordar, durante uma tarde chuvosa, antes de dormir, preparando para um sono tranquilo e restaurador. Essa prática é extremamente importante, é o início do processo de aprendizagem.

Contação de Histórias |

Programa Completo.

1.   A arte de contar histórias;
2.   A contação de histórias como incentivo à leitura e ao entretenimento;
3.   Contando histórias com objetos cênicos;
4.   Os bonecos no universo da contação de histórias;
6.   Lendas, cantigas e contos;
7.  A contação de histórias como geração de trabalho e renda;
8.  A Voz, o Corpo e a Respiração;
9.   Estratégias e Aspectos Técnicos de contação de histórias.
 

Contação de Histórias | Coordenação.

Renato Junque

Roberto Isler tem sido responsável pela coordenação e execução de diversas oficinas culturais no Estado de São Paulo, como as de Contação de Histórias e Artes Cênicas (teatro).

Atualizações
Please reload

Curta e inscreva-se no canal de humor mais abençoado do Brasil

Os melhores vídeos disponíveis para você na maior e melhor plataforma do gênero em nível mundial. Clique aqui!

"Santo Humor" tem um canal exclusivo com notícias dos bastidores

Confira o cotidiano dos artistas, as curiosidades do elenco e as gravações dos vídeos para a internet. Clique aqui!

Jornalista ensina técnicas do Fanzine em oficina cultural no Polo

“Como Elaborar um Fanzine”, atividade ministrada pelo jornalista Anselmo Dequero – mestre em Educação, licenciado em Língua Portuguesa e Bacharel em Comunicação Social –, apresenta os principais conceitos sobre o Fanzine (revista de bolso) a partir de um conteúdo pedagógico desenvolvido aos interessados em conhecer um dos principais gêneros da imprensa alternativa em nível mundial. Clique aqui!

Conheça a palestra sobre "A Conquista da Cidadania LGBTI"

A palestra tem por objetivo principal introduzir aos participantes as conquistas obtidas pela comunidade LGBTI, bem como contribuir para o processo de análise, compreensão e do consequente desenvolvimento de padrões de atendimento às lésbicas, aos gays, às/aos bissexuais, às/aos travestis, às/aos transexuais e às/aos intersexuais (com destaque às posturas adotadas entre os diferentes públicos e às condutas que consideram as especificações entre os membros que integram a diversidade sexual). Clique aqui!

Ator, autor e diretor teatral, Roberto Isler atuou em mais de 50 espetáculos ao longo de sua carreira artística. Nestes 30 anos de atuação, recebeu o prêmio de Melhor Texto Inédito na categoria Infantil do II Festival Nacional de Artes Cênicas e de Melhor Ator da Campanha de Popularização do Teatro de Santa Bárbara d´Oeste (duas edições). Em 2017, iniciou o Projeto Descontrole, resultado de um trabalho que desenvolveu como diretor artístico da Cia. de Teatro Xekmat, como cofundador e diretor do espaço cultural Casa Encantada e coordenador de encontros regionais e nacionais de contação de histórias; por sete anos, foi responsável pela Oficina Teatrando. Além disso, ainda é pedagogo e arte educador, tendo atuado por 10 anos como professor na rede pública municipal de ensino.

Informações.

Roberto Isler

roberto@poloac.com.br

 

19.99820 7353

Para ter acesso ao press release, clique aqui.