Campesina parece mais experiente ao tratar com oficial de Justiça


A jovem Campesina – personagem do ator Ari Moura em “Uma História para Elise” – parece estar bem mais “acostumada” a lidar com os (des)temidos homens da Lei. Ao ser questionada sobre o paradeiro de Elise, a mais promissora entre as três transformistas da boate da Rua XII, ela consegue criar um enredo especial para driblar as desconfianças de Antero da Redenção. Não contava, no entanto, com a “morosidade” de Bernardina (Cleiton Carlos), que acaba atrapalhando sua história. “Os atores transformistas eram comumente agredidos pelos homens da Lei, que deveriam protegê-los enquanto cidadãos. Por isso, se apressa em inventar uma longa história, mas se vê em apuros ao tentar dividir com Bernardina, que não possui o mesmo raciocínio”, destacou Ari Moura. “Uma História para Elise” Mais informações | Cia B.O. de Teatro Experimental SERVIÇO “Uma História para Elise” Local: Museu da Imagem e do Som Rua Regente Feijó, 859 Centro – Campinas/SP Data: 04/05/2018 Horário: 19h30 Classificação: 16 anos. Entrada Franca

02_Atividade_será_ministrada_pelo_profes
centro_de_memória_do_circo__hoje_tem_esp
site_ProAc.jpg
170119IrmaCida.jpg
19.11.20 - Izilda e Zoroastro.jpg
ELISEUmaHistoriaPara.jpg
130917materia_blog.jpg
01SHumor_Cleiton Carlos e Anselmo Dequer
Uma História para Elise.jpeg