Produção de Conteúdo

AG Pratique Comunicação
11.94520 4634

PoloAC agradece apoio recebido para “Uma História para Elise”

 

A Cia. B.O. de Teatro Experimental, do Polo Artístico-Cultural (PoloAC), apresentou no sábado (12) a montagem “Uma História para Elise”, que integrou a programação oficial da Campanha de Popularização do Teatro, promovida pela Secretaria Municipal de Cultura, da prefeitura de Campinas. O espetáculo, com Ari Moura e Cleiton Carlos, possui direção de Anselmo Dequero. 

A montagem recebeu apoio cultural da Vaidosa Lace e Wig Brasil, especializada em perucas que se aproximam do cabelo humano devido à qualidade do produto. “É sempre importante contar com o apoio de empresas que reconhecem o valor do teatro, não somente como entretenimento, mas fator de contribuição à formação educacional”, disse o diretor.

Anselmo Dequero também agradeceu os profissionais da coordenação da Campanha de Popularização do Teatro e os que atuam no Teatro Municipal Castro Mendes, local onde foi apresentado o espetáculo. “A atenção e o respeito dispensados nesse processo foram essenciais para a realização do nosso trabalho. Temos somente elogios aos profissionais municipais”, garantiu.

“Uma História para Elise” também recebeu o apoio do ator e diretor Roberto Isler e do ator e produtor cultural Ton Sousa. As músicas utilizadas no espetáculo foram gentilmente cedidas pela cantora e compositora Tábata Corso. “Já o diretor do MIS Campinas – Museu da Imagem do Som –, Alexandre Sônego, cedeu espaço para nossos ensaios. Muito obrigado!”, completou. 

Por fim, destacou o apoio da imprensa e do público, que tem colaborado na divulgação e prestigiado os espetáculos selecionados para a Campanha deste ano. “Este é um trabalho realizado sempre em conjunto com os veículos de comunicação social e com o público, que apoia e compartilha a programação em suas redes sociais. Muito obrigado a todos os envolvidos”, finalizou.


Imagem: Ton Sousa, Ari Moura, Cleiton Carlos e Roberto Isler.

Banco de Imagens

 
Santo Humor
O PoloAC, por meio da Cia. Arte Descontrole, voltará ao Teatro Municipal Castro Mendes na quinta-feira (24), às 20h, com o espetáculo “Santo Humor, uma Comédia Divina”. A montagem, sucesso de crítica no ano passado, conta a história das freirinhas remanescentes da Ordem do Altíssimo Nosso Senhor de São Cifrão, que são obrigadas a procurar emprego para manter suas atividades.

 

Please reload

Atualizações
Please reload