Podcasts discutem os desafios da produção artística em nível regional


A Associação dos Profissionais da Cultura Artística (Apart) lançou nesta quinta-feira (24) o primeiro episódio dos podcasts produzidos com o intuito de discutir os desafios e de propor ideias à produção artística em nível regional. A iniciativa é resultado do projeto de formação desta associação, lançado em setembro para reunir os profissionais de Campinas/SP. Em “Censura na Produção Artística”, o primeiro dos 10 programas produzidos pela Apart, os apresentadores Anselmo Dequero, Beatriz Justi e Milton Mariano falam sobre a volta da censura e as fake news. “A ideia é tratar de questões que, de alguma forma, interferem nas atividades que realizamos em nosso cotidiano”, comentou Anselmo Dequero, do PoloAC. Os programas da primeira temporada – que possuem 19 minutos e 30 segundos de duração – apresentam opiniões sobre temas relacionados à produção artística. “Não significa, no entanto, que traremos a ‘conclusão’ dos temas sugeridos. A intenção é justamente fazer com que mais profissionais opinem sobre questões pertinentes à atividade”, disse Beatriz Justi. Na ocasião, Milton Mariano destacou a importância da participação dos ouvintes para o debate sobre os desafios e as ideias relacionados à produção artística. “Não somente os profissionais podem contribuir com os podcasts, mas todos que se propuserem a ouvi-los. Afinal, acreditamos que todos tenham críticas e sugestões muito interessantes”, afirmou. Disponível no Castbox | MixCloud | SoundCloud

#ProgramaApart Os 10 programas da primeira temporada produzidos pela Associação dos Profissionais da Cultura Artística estão disponíveis em três das principais plataformas existentes no país: Castbox, MixCloud e SoundCloud, além do portal do Polo Artístico-Cultura (PoloAC). Para ter acesso aos programas, os interessados devem apenas utilizar a #ProgramaApart.

Curta e inscreva-se no canal de humor mais abençoado do Brasil

Os melhores vídeos disponíveis para você na maior e melhor plataforma do gênero em nível mundial. Clique aqui!