Trama político-religiosa é lançada durante Sarau pela Diversidade, em Campinas


Uma trama envolvendo assassinato, política e religiosidade. Suspense e investigação fazem parte do repertório que o sociólogo e escritor Victhor Fabiano apresenta um seu quinto livro – interessante para um jovem de apenas 22 anos -, uma instigante publicação que aborda a ascensão pentecostal na política. O lançamento de “Igreja da Vila”, pela Barn Editorial, será uma das atrações do “Sarau pela Diversidade - Arte como Instrumento de Conscientização”, que será realizado no sábado, 30, a partir das 19h30, no Studio Freya Aero Dance, em Campinas. Na oportunidade, Victhor Fabiano trará ao público um breve relato de seu processo criativo como escritor, iniciado aos 15 anos de idade com o lançamento de “O Lavrador e o Plebeu” (2012), pela editora Multifoco, sua primeira obra, elogiada pela crítica, sendo o enredo fruto de redação escolar preparada por este aluno de escola pública paulistana. Embora já adaptado a lançamentos de seus livros em diferentes ambientes, é a primeira vez que o autor participa de um evento de cunho sociocultural como o “Sarau pela Diversidade”, que nesta segunda edição traz como forma de conscientização a necessidade de ações para combater o preconceito na luta contra a Aids. “Os livros nada mais contam que histórias possíveis de serem vivenciadas na realidade. E essa realidade deve ser livre de preconceitos para que todos viam bem. O convite para participar do Sarau pela Diversidade me deixa satisfeito pela possibilidade de contato com um público de mente aberta, que valoriza e incentiva toda forma de arte e cultura”, disse Fabiano.

Sobre o livro “Igreja da Vila” O enredo de “Igreja da Vila” se desenrola através do domínio exercido pelo conchavo entre a paróquia e uma antiga família política do local. Um dos herdeiros é encontrado morto em sua casa, na madrugada da apuração eleitoral, abalando o comando poderoso da vila. Segredos revelados, tensões políticas e religiosas, embates e conflitos, sobrevivência e pressão, colocando em xeque a estabilidade da vida de todas as personagens. “É um romance político, que traz a luta pelo poder em uma pequena vila e todo o mistério que envolve a trama. O enredo concentra-se na busca pela resposta sobre essa morte e os violentos declínios e distúrbios sociais decorrentes do fatal falecimento”, destaca o autor, que aprecia o fato de sua obra prender a atenção do leitor, adaptando temas de grande porte a ambientações mais particulares, como é o caso da vila. Outras obras do autor: “O Epitáfio” (2013); “Guerra da Minha Rua” (2017); “Bom Dia, Ditador” (2018). A frutífera carreira do jovem escritor também acumula publicações científicas, como artigos e pesquisas nos eixos da Sociologia da Educação.

Mais informações, clique aqui.

SERVIÇO Sarau pela Diversidade Arte como Instrumento de Conscientização http://www.poloac.com.br/blog Local: Studio Freya Aero Dance Av. Armando Sales de Oliveira, 610. Taquaral - Campinas/SP Data: 30/11/2019 Horário: 19h30 Ingresso: R$ 16 (valor colaborativo) Contato: (19) 9.9766-1098 Imprensa: (11) 9.4520-4634

Curta e inscreva-se no canal de humor mais abençoado do Brasil

Os melhores vídeos disponíveis para você na maior e melhor plataforma do gênero em nível mundial. Clique aqui!