top of page
  • Facebook
  • Youtube
  • Instagram

Satyrianas 2023: “Uma História para Elise” abre festival na categoria trans

Entrada gratuita.

Cleiton Carlos, Lara Oliver e Kate Dias.

As tentativas (por vezes frustradas) das artistas da “Boate da Rua XII” em se esquivar do assédio sexual e da violência física cometidos por um obcecado oficial de justiça marcam o enredo de “Uma História para Elise”, do PoloAC Campinas. O espetáculo abrirá a categoria Satyritrans da 24ª edição do Festival Satyrianas na quinta-feira (12), às 16h, com entrada gratuita, na SP Escola de Teatro.

Na montagem, Albertina (Cleiton Carlos), Bernardina (Lara Oliver) e Campesina (Kate Dias) tentam convencer o oficial de justiça que desconhecem o paradeiro de Elise, considerada a mais popular entre as artistas do local. “Uma História para Elise” revela parte das dificuldades sofridas por artistas gays e mulheres trans que optaram por defender a arte como estilo de vida e profissão.

“Existe um grande mistério sobre a localização de Elise. O oficial de justiça, no entanto, pensa que as três artistas deveriam ajudá-lo a esclarecer o caso em torno do suposto desaparecimento da artista. Antero da Redenção é violento, ignora as leis e parece não se incomodar com as constantes agressões cometidas contra as artistas coadjuvantes”, afirmou o autor e diretor Anselmo Dequero.

A montagem inédita é resultado de estudos cênicos e práticas de montagem do coletivo artístico do PoloAC (Polo Artes Cênicas). “Uma História para Elise” traz no elenco Cleiton Carlos – que também interpreta a drag queen Thalita Petrovanni – e as atrizes trans Kate Dias e Lara Oliver. “Esta tragicomédia, que já apresentamos em diversos municípios do Estado, é muito envolvente”, concluiu.

Programação Completa


Banco de Imagens

Satyrianas

O Festival Satyrianas - Uma Saudação à Primavera é considerado um dos mais completos e maiores da América Latina, oferecendo inúmeros eventos gratuitos em teatros e em espaços públicos de São Paulo. O festival conta com a participação de cinco mil artistas e 600 atrações durante 78 horas de programação ininterruptas; a estimativa é de que 50 mil espectadores devem prestigiar o evento.

A liberdade artística do festival fomenta coletivos a pensarem a cultura de forma ampla e tem transformado o evento numa verdadeira incubadora de projetos. Durante a programação, os artistas podem mostrar, além de seus espetáculos, trabalhos em desenvolvimento, testar o público, forma e conteúdo etc. Muitas atividades se desenvolvem a partir de experiência embrionária na Satyrianas.

O evento foi idealizado e produzido pela Cia. de Teatro Os Satyros, em parceria com a SP Escola de Teatro - Centro de Formação das Artes do Palco. Ao todo, serão quatro dias de eventos em 12 espaços culturais da capital. A cerimônia de abertura será em 11 de outubro, no Teatro Oficina, com a apresentação de “O Bailado do Deus Morto”, de Flávio de Carvalho, com entrada gratuita.


SERVIÇO

UMA HISTÓRIA PARA ELISE

Data: 12/10/2023

Horário: 16h

Local: SP Escola de Teatro

Sala Antônio Pompêo (R6)

Praça Roosevelt, 210

Centro, São Paulo/SP

Entrada Franca


Comments


bottom of page